Aula de leitura com Monteiro Lobato

Amigos, convido a todos para o lançamento do meu novo livro “Aula de Leitura com Monteiro Lobato”, publicado pela Editora Biruta, de São Paulo.  Será dia 17 de junho, domingo, às 16h, no auditório da Livraria Cultura.

Na ocasião, farei uma breve palestra sobre o tema: uma análise da obra de Monteiro Lobato, buscando lições e conceitos importantes sobre a formação do leitor literário.

O livro conta com a honra do prefácio escrito por Marisa Lajolo, que reproduzo abaixo.

Espero ver todos lá!

 

Apresentado inicialmente como Dissertação de Mestrado à Universidade Federal do Ceará, esta “Aula de leitura  Monteiro Lobato “ de Socorro Acioli ilustra bem uma das mais atuais e promissoras vertentes dos estudos literários . Ao incluir a leitura entre seus objetos, a Teoria Literária dialoga de forma produtiva e sedutora com outras áreas das ciências humanas particularmente com a História e com a Educação.
É esta última área a grande parceira e , de certa forma, a destinatária privilegiada desta obra, que tem por tema a leitura .
“Aula de leitura com  Monteiro Lobato “ acerta ao eleger como porta de entrada para questões de leitura a obra de Monteiro Lobato. Debruça-se particularmente sobre seus livros infantis e mais particularmente ainda sobre a adaptação lobatiana de D. Quixote
Com efeito, pontilhadas de cenas de leitura, as histórias do sítio constituem – como discute a autora deste belo livro- variado pano de amostra de práticas leitoras. Tais práticas, ao longo das histórias, recobrem amplo arco de modos, pressupostos, projetos e comportamentos inspirados em livros, que sugerem à autora uma original classificação de modos de ler. E, embora contextualizados nos anos 40 do século XX – época da escrita da versão definitiva das histórias- as cenas de leituras representadas são bastante atuais.
Apresentando Dona Benta como figuração de uma competente mediadora de leitura, a análise a que Socorro Acioli submete a obra infantil lobatiana permite que seus leitores encontrem no comportamento da avó de Pedrinho e Narizinho, princípios que até hoje parecem caracterizar atitudes recomendáveis a quem tem por objetivo difundir a leitura.
Em certa altura do texto, Socorro Acioli considera que a obra infantil lobatiana faculta a seus leitores a “história da vida privada de uma família de leitores”.
Beleza de formulação !
Relativamente a este tópico e da perspectiva da qual Socorro Acioli lê as histórias do Picapau Amarelo é possível encontrar na obra do criador de Tia Nastácia vários dos temas que – sabe-se hoje- constituem questões fundamentais dos estudos da leitura.
Estão aí incluídas -entre outras- a questão da circulação do livro ( os livros vinham de um livreiro da capital) , das diferentes formas de recepção de um mesmo livro ( a reação de Pedrinho e a de Emília à leitura de D. Quixote), características da leitura do mediador ( o respeito de Dona Benta pelos textos) , ou a ainda hoje polêmica discussão da adaptação dos clássicos .
Entabolando profícuo diálogo com a melhor tradição recente dos estudos literários – Roger Chartier, Regina Zilberman e H.R.Jauss para mencionar apenas três deles- “Formação de leitores: as lições infalíveis de Monteiro Lobato “ vai, com certeza, marcar seu leitor com o selo de qualidade que marca o promissor encontro entre bons livros ( como este) e seus leitores.
Marisa Lajolo é professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da Unicamp. O livro que organizou com João Luís Ceccantini “Monteiro Lobato livro a livro: obra infantil (IMESP/EdUNESP) recebeu o prêmio Jabuti de Livro do Ano Não Ficção.

 

 

 

Serviço:

Lançamento do livro “Aula de leitura com Monteiro Lobato”, com palestra da autora Socorro Acioli

Local: Livraria Cultura. Avenida Dom Luís, 1010 – Shopping Varanda Mall

Início da palestra: 16h

Informações: 4008.0800

 

Anúncios